NewsLetter:
 
Pesquisa:

Ator Rubens de Falco morre aos 76 anos em SP
Por Ruy Jobim Neto
22/02/2008

Rubens de Falco e Lucélia Santos em Escrava Isaura


O ator Rubens de Falco morreu aos 76 anos em São Paulo na manhã desta sexta-feira (22), segundo informações do Centro Integrado de Assistência ao Idoso (Ciai). A morte ocorreu devido a uma parada cardíaca. Ele estava há dois anos internado na instituição para se recuperar de uma AVC (Acidente Vascular Cerebral, termo técnico para designar um derrame). O ator foi caracterizado pelo personagem Leôncio da novela Escrava Isaura (ele participou da trama tanto na Globo quanto na Record). Ele começou sua carreira no Teatro. Em 1955, ele integrou o grupo Os Jograis, de São Paulo, ao lado de Ruy Afonos, Ítalo Rossi e Felipe Wagner. Em 1952, no entanto, ele fez uma estréia no Cinema, num papel no filme Apassionata, produzido pela Cia. Vera Cruz. Outro filme de que participou foi Floradas na Serra (1954) - que tinha no elenco Cacilda Becker. Na televisão, ele teve proeminência em papéis nas novelas como O Rei dos Ciganos (1967), A Rainha Louca (1967), O Passo dos Ventos (1968), Gabriela (1975) - sob direção de Walter Avancini, O Grito (1975), Dona Xepa (1977) e, claro, A Escrava Isaura (1976) - que deu início a sua fama internacional.
 
Participou também da primeira versão televisiva de A Muralha (em 1961). Em 1978 protagonizou o filme Coronel Delmiro Gouveia.  Outras produções em que trabalhou: Grande Sertão: Veredas (1985) - ao lado de Tarcisio Meira, Tony Ramos e Bruna Lombardi, sob direção de Avancini, na TV Globo -, as novelas Bambolê, Brida, Sinhá Moça e Salomé, a minissérie Memorial de Maria Moura. Chegou até mesmo a trabalhar em produções latino-americanas como Macho y Hembra (1984) e Un Hombre de Éxito (1985). Na época de sua internação no Ciai, a irmã do ator, Jurema Figueira da Silva, disse à Imprensa, que tinha Falco apresentava melhoras.

"O Rubens não fala, mas vê novela, reconhece a gente, enfim, ele está fazendo fisioterapia para voltar a andar", afirmou na época Figueira. A família ainda não divulgou o local onde o corpo ator será velado nem informações sobre seu sepultamento, segundo o Ciai. Rubens de Falco quase sempre interpretou papéis de vilão, tipo em que se especializou com maestria. Ele era considerado um dos maiores atores brasileiros. (com Folha OnLine)

Quem Somos | Publicidade | Fale Conosco
Copyright © 2005-2017 - Bigorna.net - Todos os direitos reservados
CMS por Projetos Web