NewsLetter:
 
Pesquisa:

Resenha: 35 anos de Itabira
Por José Salles e Marcio Baraldi
18/01/2011

Visto que nenhuma entidade governamental se dignou a lançar uma edição comemorativa dos 35 anos de criação do mais paraibano dos personagens em Quadrinhos, nem mesmo a secretaria de cultura de João Pessoa, que poderia fazê-lo aproveitando o ensejo dos 425 anos de fundação da capital paraibana, enfim, como nenhuma autoridade se deixou comover por isso, coube a um dos criadores daquele personagem, Emir Ribeiro, fazê-lo por conta própria. Sorte nossa, a chance de ter em mãos uma edição tão especial como Itabira – 35 anos (22,5cm por 15cm, capa colorida couchê cartonada com 80 páginas de miolo em p&b-tons de cinza, formato de livro), reapresentando os mais importantes momentos na trajetória deste personagem, um índio tabajara vivendo em terras paraibanas nos primórdios da colonização européia.

Criado em 1975 por idéia de Emílson Ribeiro (professor de História e advogado) e desenho de seu filho Emir Ribeiro, em "Itabira 35 anos" podem ser vistas e apreciadas desde as primeiras tiras de jornal bem como as histórias publicadas em fanzines e edições especiais, lançadas até meados da década seguinte a da criação do personagem. De Itabira surgiu também a série em Quadrinhos da História da Paraíba, igualmente mostrada nesta indispensável edição comemorativa. E que ainda conta com um ilustrador convidado muito especial, o gaúcho Aílton Elias Gonçalves, ele que é o autor das aventuras da Brigada das Selvas, e que também desenhou o Itabira. Apresenta ainda textos dos autores sobre a trajetória do personagem em publicações impressas, bem como sobre a História do Estado da Paraíba. Ler este álbum é uma excelente oportunidade para rever e reconhecer o entusiasmado talento do jovem Emir Ribeiro (que produziu as HQs aqui reunidas dos 16 aos 21 anos), e melhor apreciar o texto riquíssimo e enxuto do roteirista sr. Emílson Ribeiro.

As HQs desta edição ainda trazem um Emir de traço verde, iniciante, mas valem pelo valor histórico do material e para acompanhar a evolução do talento e do trabalho de Emir, que é hoje um dos grandes Mestres do Quadrinho Brasileiro, de sua geração. A capa, uma ilustração de 2009, já mostra todo o esplendor do traço atual de Emir e na última capa temos uma pin-up de Itabira em que Emir emula o traço de Jack Kirby, provavelmente para prestar uma homenagem ao imortal "King of the Comics". Uma edição caprichada e muito bem vinda que traz de volta à cena este personagem secundário de Emir e confirma que ele é interessante o suficiente para receber tanta atenção do quadrinhista quanto sua personagem principal, a loirona poderosa Velta. Pois ao invés de ser um mero plágio de Tarzan, como tantos criados pelo mundo afora, Itabira é, isso sim, um legítimo índio brasileiro, construído com o visual e cultura legítimas dos povos indígenas nacionais.

Em tempos de lutas desses povos por direito a terra, por cidadania e contra desmatamentos e depredação ambiental, Itabira poderia muito bem voltar com tudo e protagonizar muitas histórias dentro deste contexto politico-social. Ao contrário de Macunaíma, Itabira seria o legítimo herói COM caráter, pronto pra lutar em defesa das florestas brasileiras e de seus povos habitantes.

Peça seu exemplar diretamente ao Emir pelo email: emir_ribeiro@yahoo.com.br. Aproveite e visite seu site.

Quem Somos | Publicidade | Fale Conosco
Copyright © 2005-2017 - Bigorna.net - Todos os direitos reservados
CMS por Projetos Web