NewsLetter:
 
Pesquisa:

Os Dez Melhores Quadrinhos Para Kendi Sakamoto
Por Marcio Baraldi
30/11/2010

Bem, continuo sem porta aqui na redação, mas como estamos praticamente no verão, resolvi aderir ao clima tropical e deixei sem porta mesmo. Aproveitei pra colocar umas cadeiras de praia na redação e abrir umas cervas, que ninguém é de ferro, né (só o Tony Stark, claro!)!?

E foi aí, nesse clima praiano, que chegou meu broder Kendi Sakamoto, dono de uma das maiores e mais invejáveis coleções de gibis antigos do Brasil, e dono do site GibiRaro. Kendi trouxe seus dez gibis preferidos e eu fiquei besta de ver, pois só tinham clássicos e mais clássicos, como os primeiríssimos gibis do Superman e do Tarzan publicados pela EBAL!!! Quantos privilegiados possuem isso no Brasil?!? Tentei embebedar Kendi com cerveja pra roubar seus gibis mas o caboclo não bebe, sendo assim só me restou publicar sua lista e esperar que algum dia ele se canse desses bens materiais que não levam a nada, vire um monge budista e doe toda sua coleção para mim! Eu, apesar do calor, já acendi uma vela aqui na redação! Amém!

Os Dez Melhores Quadrinhos de Todos os Tempos
Por Kendi Sakamoto

1 - Tarzan (da primeira série da EBAL) - Jesse Marsh (capas com fotografias de Lex Barker e Gordon Scott)
Eu sempre tive muita curiosidade de conhecer a África, pois sempre gostei muito de desenhar animais. E foi no universo criado por Edgar Rice Burroughs, que conheci melhor o mundo pré-histórico de Paul-Ul-Don, as civilizações de Athne e Cathne, Pellucidar (que fica no centro da Terra), além da linguagem dos grandes macacos e do enorme senso de honra e justiça que Tarzan tinha com os animais e as tribos da África. Tenho predileção por essa fase de Tarzan, desenhada pelo grande Jesse Marsh, mas também considero memoráveis os gibis das demais fases, com desenhos de Russ Manning, Joe Kubbert e Burne Hoggart!

2 - Superman (da primeira série da editora EBAL, 1947) - Al Plastino, Curt Swan e outros
Realmente fantásticas as aventuras do Homem de Aço desta época! Curiosamente, nesta série da EBAL apareciam também muitas aventuras de Batman e do Gavião Negro, colocadas no gibi para "testar" os personagens junto ao público. Pelo jeito deu certo, pois ambos os personagens viriam a ter revistas próprias alguns anos depois. Sempre gostei muito da idéia de um ser do outro mundo, vindo de uma civilização voltada para o bem, ajudar as pessoas do Planeta Terra a tornar este mundo um pouco melhor. Por isso sou tão fã do Superman!

3 -  Mickey (do 1 ao 50 pela Editora Abril) - vários autores
Curiosamente, os primeiros números de Mickey, apresentavam os grandes clássicos de Walt Disney, como A Bela Adormecida, Branca de Neve e os Sete Anões, Bambi, etc... Uma parte da revista era feita em preto e branco, com tons vermelhos e somente o caderno central era colorido. Mas as histórias eram sensacionais e embora muitas delas tenham sido republicadas em papel melhor, ainda assim prefiro reler as originais. Pois quando releio tais gibis tenho a maravilhosa sensação de que me torno garoto novamente (risos)!

4 - Cavaleiro Fantasma (editora RGE, décadas de 50 e 60) - vários autores (capas de Jayme Cortez)
Algumas capas do personagem mascarado foram desenhadas pelo formidável Mestre da HQ Nacional, o saudoso Jayme Cortez! São realmente sensacionais e eu poderia jurar que ninguém do Brasil poderia desenhar tão bem quanto ele! Graças ao seu virtuosismo, Cortez foi o principal capista de gibis de sua época, tendo realizado centenas ou milhares de capas de todos os gêneros e para todas as editoras, todas esplendorosas. A habilidade do desenhista ultrapassou fronteiras e figura até hoje como o maior desenhistas que o Brasil já teve!

5 - Nick Holmes - Alex Raymond
Sou fã das histórias maravilhosas do detetive Rip Kirby, que no Brasil passou a se chamar Nick Holmes, criado pelo excelente Alex Raymond, criador de outros dois clássicos: Flash Gordon e Jim das Selvas! Além dos desenhos de Raymond, aprecio também essa fase do personagem publicada pela RGE, em que as HQs foram desenhadas pelo também excelente John Prentice, outro grande mestre da HQ mundial!

6 - O Cavaleiro Negro (Black Rider) - Syd Shores e outros
Publicado pela RGE, este personagem sempre me fascinou porque tratava-se de um médico do velho Oeste, chamado Dr. Robledo, que percebeu que a lei não conseguia derrotar os criminosos. Pelo seu juramento médico, ele não poderia matar os malfeitores, mas se ele se transformasse em outra pessoa, aí poderia sim. Achei do ponto de vista psicológico, uma sacada muito legal! Então ele colocava uma roupa preta, capa, chapéu e revolveres, e o mais interessante, seu cavalo também tinha dupla identidade! Durante o dia era um pangaré chamado Molenga, mas na hora da ação retesava os músculos e se transformava no alazão Satã! O interior da revista ainda trazia outros personagens maravilhosos do velho oeste como Daniel Boone, David Crockett, Ringo Kid, Kid Colt, Bill Dinamite, Matt Slade e outros.

7 - Calafrio - Rodolfo Zalla e vários autores
Este gibi espetacular, era publicado pelo Estúdio D-Arte, do mestre Rodolfo Zalla, que também era o editor e chefão da publicação! Foi a bíblia sagrada do Terror Nacional!Trazia somente histórias nacionais desenhadas pelos melhores artistas da época: Eugênio Collonesse, Osvaldo Talo, Rubens Cordeiro, Jayme Cortez, além do próprio Zalla, claro! Também serviu para revelar novos talentos de então como Rodval Mathias e o soberbo Mozart Couto! Um gibi que realmente marcou a história da HQ Brasileira!

8 - Terror (Editora Taika, décadas de 60 e 70) - vários autores
Nessa época o gênero Terror estava realmente em alta no Brasil, por isso muitas editoras investiam nesse filão. Esse gibi da Editora Taika, chamado simplesmente "Terror", foi mais um dos expoentes da época. Trazia HQs com desenhos sensacionais do saudoso Mestre Nico Rosso, que também tinha um traço bem marcante. Rosso foi ainda desenhista de diversos outros títulos nacionais, como Targo, Drácula, Zé do Caixão, etc...

9 - Rocky Lane (editora RGE) - Primaggio Mantovi e outros
Aprecio muito as histórias desse cowboy do cinema americano, que também teve grande aceitação nos Quadrinhos. Na sua fase final de publicação no Brasil, o brasileiro Primaggio Mantovi foi escolhido para desenhar as suas histórias, apresentando um traço semelhante ao dos bons desenhistas anteriores da série. Primaggio, que sempre foi fã de faroeste, é um desenhista de primeira linha e a escolha foi perfeita!

10 - Príncipe Valente - Hal Foster
Adoro este clássico inquestionável desenhado primorosamente pelo maravilhoso Hal Foster, que também desenhou o personagem Tarzan. Nessa mesma linha, dos clássicos formidáveis, adoro também Flash Gordon, criado e desenhado pelo maravilhoso traço de Alex Raymond, outro gênio da HQ Mundial!

Quem Somos | Publicidade | Fale Conosco
Copyright © 2005-2017 - Bigorna.net - Todos os direitos reservados
CMS por Projetos Web