NewsLetter:
 
Pesquisa:

Os Dez Melhores Gibis para Caio Majado
Por Marcio Baraldi
21/11/2010

Hoje finalmente colocaram uma porta nova aqui na redação do Bigorna! E eu fiquei realmente muito feliz...por POUCO tempo!!! Pois não é que mal me acostumei com a porta nova e ..."CRÁS!"...deram uma MACHADADA nela e a porta CAIU?!? Culpa do Caio Majado, quadrinhista paulista que veio trazer sua lista dos dez mais de todos os tempos! E claro que um cara que desenha tão bem quanto ele só podia curtir outros excelentes desenhistas, como Jason Person, Mike Mignola, Juanjo Guarnido, Bill Waterson e outros. Na parte nacional o cara também só catou filé: Marcelo Campos e Laerte! Caio está produzindo a milhão, inclusive para o mercado americano, como a série "Chaos Campus", como vocês podem conferir no blog dele. E eu acho mais que ótimo ele publicar nos EUA, assim recebe em dólar e PAGA MINHA POOOOORRTTAAAAAAA!!!!!

Os Dez Melhores Quadrinhos de Todos os Tempos
Por Caio Majado

1 - Body Bags - Jason Person
Definitivamente o meu quadrinho preferido de todos os tempos! Criado por Jason Person, conta a história de pai e filha, ambos mercenários que caçam bandidos para poderem pagar as contas! Humor negro e muita ação em míseras 44 páginas! Esse gibi e tudo o que eu gostaria de fazer!!!

2 - Calvin e Haroldo - Bill Waterson
A coleção de Calvin e Haroldo, lançada no Brasil pela Conrad, reunindo a série completa de Bill Waterson, é genial! São impressionantes as histórias, os storytellers, as composições, o peso do claro-escuro, enfim, absolutamente TUDO o que Bill Waterson fez nessa série de tiras é de babar!

3 - Liga Extraordinária - Alan Moore e Kevin O’Neil
É muito difícil escolher apenas um título do Alan Moore! Quero deixar bem claro que gosto de todos, mas a Liga Extraordinária, feito em parceria com Kevin O’Neil, foi sem dúvida espetacular! Neste álbum, Moore brinca com todas as referências literárias que conhece com maestria. Depois que comecei a ler alguns clássicos da literatura britânica, voltei a ler a Liga e a história fica ainda mais legal do que já era! Impressionante mesmo!

4 - Piratas do Tietê - Laerte
Uma obra genial do Laerte Coutinho! Não acompanhei tanto as tiras na época que saiam na Folha de São Paulo, mas as coletâneas em três volumes da Devir em parceria com a Jacarandá, que reúne todas as histórias, da época da revista dos Piratas do Tietê, são fantásticas! Minha preferida é a “Terceira Margem” com participação especial do Batman!

5 - Akira - Katsuhiro Otomo
O primeiro mangá que li na minha vida e, até hoje, o melhor! Katsuhiro Otomo, que abriu as portas do Brasil para os Quadrinhos japoneses, mostra todo o poder do mangá. Lembro que quando descobri essa série, já haviam sido publicados todos os números pela editora Globo! Descolei todas as edições e li quase 80 revistas em três dias! Precisa dizer mais (risos)?!?

6 – Hellboy - Mike Mignola
Sou fã de carteirinha de Mike Mignola, desde “Gotham City 1889” (com o Batman), até os concepts design do desenho animado “Atlantis” da Disney! Quando fui apresentado a Hellboy, Mignola já era um semi-deus dos quadrinhos e mostra neste trabalho o porque de merecer tal título! Além de histórias fantásticas, todo o estudo feito pelo criador é impressionante e minucioso. Os concepts designs dos personagens são maravilhosos e a narrativa é uma verdadeira aula de HQ!

7 - Os Mortos Vivos - Robert Kirkman e Tony Moore
Não é à toa que “Walking Dead” virou série de TV, pois esse quadrinho e fantástico! Quando comecei a ler, achei que ia encontrar histórias de zumbis, coisa que nem sou fã, mas quando reparei que a série falava sobre o relacionamento humano diante a sobrevivência, já estava no terceiro volume! O roteirista Robert Kirkman (também criador da aclamada série “Invencible”), tirou de letra nesse "Mortos-Vivos". Junto, claro, dos ilustradores Tony Moore e Charlie Adlard, que substituiu Moore a partir do número 7.

8 - Blacksad - Juan Díaz Canales e Juanjo Guarnido
Este Comic (nome dos quadrinhos na Espanha) é um show visual! A primeira reação que tive foi cair de queixo diante os desenhos do espanhol Juanjo Guarnido. Foi isso que me fez comprar as primeiras edições! Quando comecei a ler, reparei que não só de quadros bonitos é formado este álbum, mas também de um roteiro consistente, feito por Juan Díaz Canales, que me fez comprar tudo o que saiu em seguida. Até hoje fico de boca aberta quando folheio suas páginas!

9 – Superman: As Quatro estações - Jeff Loeb e Tim Sale
Eu já era fã de Jeff Loeb e de Tim Sale, quando li pela primeira vez, “Batman: Longo dias das bruxas”. Logo, veio "Demolidor Amarelo", "Homem Aranha Azul", "Hulk Cinza", "Vitória Sombria" e a "Mulher Gato:When in Rome". Acompanhei todos! Quando vi o anúncio deste Superman pensei: "O que será que essa dupla fez com meu super herói favorito?". Não deu outra, me arrancaram lágrimas dos olhos!

10 - Cão e Gata - Marcelo Campos
Esta HQ do premiadíssimo Marcelo Campos, só saiu uma única vez no álbum "Fábrica de Quadrinhos" de 2001! Lembro que na época, eu trabalhava lá e pude acompanhar o projeto, do qual virei fã de carteirinha! A história, bem amarrada e super bem escrita, vem acompanhada de um desenho primoroso, com a arte-final impecável e aquele show de narrativa que só o Marcelo Campos sabe fazer! Além de uma colorização muito bem feita pelo falecido e saudoso Hermes Tadeu. Pena que o projeto não vingou, pois seria uma coleção perfeita para minha cabeceira e de qualquer leitor de HQs de bom gosto!

Quem Somos | Publicidade | Fale Conosco
Copyright © 2005-2017 - Bigorna.net - Todos os direitos reservados
CMS por Projetos Web