NewsLetter:
 
Pesquisa:

Daniel Brandão
06/10/2008

Nascido no dia 03 de novembro de 1975, Daniel Brandão sempre gostou de desenhar. Já aos 9 anos economizava uns trocados da merenda para compras Quadrinhos como Superaventuras Marvel, Heróis da TV, Conan, Capitão América, Super Powers, Homem-Aranha, Hulk... Todos em formatinho e baratos. Por isso, foi muito influenciado pelos mestres John Byrne, John Buscema, Gil Kane, John Romita, Frank Miller, dentre outros. Pantherman foi o seu primeiro personagem. Depois vieram os Lutadores. Seus Quadrinhos eram toscos, porém divertidos. Nunca imaginou que isso poderia ser uma profissão. Até o dia que conheceu e participou da Oficina de Quadrinhos da UFC. Lá publicou pela primeira vez na revista Pium, em 1995.

Foi aluno do desenhista Álvaro Rio e junto com JJ Marreiro e Geraldo Borges, criou o fanzine Manicomics no final de 1996. Ele se tornou um dos fanzines mais premiados do Brasil com 3 HQ Mix. Seu primeiro trabalho profissional foi produzindo HQs para a revista do Capitão Rapadura, criação do cartunista Mino. Trabalhou com o personagem até 2006. Paralelamente a isso, foi co-fundador do Graph it Estúdios, o primeiro estúdio profissional de Quadrinhos do Ceará. Participou e foi classificado em um concurso nacional de Quadrinhos promovido pela ABRA (Associação Brasileira de Arte). Em 1998, ajudou a abrir a primeira turma do Curso de Histórias em Quadrinhos da Graph it. Desde então não parou de ministrar aulas de Quadrinhos e desenho.

Em 2000 foi estudar na Joe Kubert School. Lá nos EUA, publicou como assistente de arte na revista Azrael, da DC Comics e ganhou um prêmio da Dark Horse por ser considerado o melhor aluno do primeiro ano da escola. Na volta ao Brasil, criou um novo espaço de trabalho, o Estúdio Daniel Brandão de Quadrinhos e Artes Gráficas. Nesta época, foi um dos desenhistas oficiais do site Universo HQ, publicou na revista Sexy e foi premiado, junto com Arthur Ferraz e Denílson Albano, em Portugal com uma história sobre futebol. Depois, publicou em muitos veículos, dentre eles, o Vórtice, a Pixel, Informal, Miscelânea, Diário do Nordeste, revista Wizard, Sexy Total, Central de Tiras, Mundo Estranho e Coleção 100 Respostas: Hanna-Barbera.

Em 2003 voltou a trabalhar para o mercado americano. Comissions (desenhos encomendados), cards para a A&E representaram sua retomada. Daí, publicou na Comic Book Artist especial sobre Will Eisner, colaborou na arte-final para as revistas Jinday e Starkweather, desenhou três títulos na AK Comics - Aya, Rakan e Jalila. Atualmente faz parte da Glass House Graphics e, através dessa agência, desenhou o Yellow Jacket e uma capa do Who Wants to be a Superhero para a Dark Horse. Além de sketch Cards para a coleção Legacy da DC Comics e Fantastic Four para a Marvel. Clique aqui para visitar o site oficial e aqui para conhecer o fotolog de Daniel Brandão.

Biografia e auto-retrato encaminhados ao Bigorna.net pelo quadrinhista

Quem Somos | Publicidade | Fale Conosco
Copyright © 2005-2018 - Bigorna.net - Todos os direitos reservados
CMS por Projetos Web