NewsLetter:
 
Pesquisa:

Arquivos Incríveis: Caricaturista Mendez, uma retrospectiva de seus livros
Por João Antonio Buhrer de Almeida
07/03/2011

Hoje tirei dos Arquivos, os famosos livros de caricatura do cearense Mendez, um dos mais conceituados mestres da Caricatura Brasileira.

Mario Mendez nasceu em 1907 em Baturite (CE) e aos 17 anos mudou para o Rio de Janeiro, onde sagrou-se como um dos mais expressivos caricaturistas de sua geração, influenciando inúmeros artistas que beberam de seu estilo limpo, econômico, inconfundível e certeiro. Com poucos traços e olhar extremamente clínico, Mendez capturava e distorcia com perfeição as traços de qualquer rosto. Iniciou sua carreira na Revista Musical e logo começou a colaborar com vários outros jornais e revistas, como A Noite, Folha Carioca, Radiolândia, Revista do Rádio, Revista da Semana e O Cruzeiro. Outra marca registrada de Mendez era o escracho e deboche que impingia a suas caricaturas, muitas vezes retratando o caricaturado com traços de algum animal que este lhe lembrava. Se, por exemplo, os traços de algum político lhe lembrasse os de um macaco ou suíno, pobre coitado deste, pois fatalmente seria retratado como tal bicho. O resultado era sempre hilário e perfeito, pois Mendez dominava essa "caricatura zoomórfica" com maestria inigualável. Isso muitas vezes despertava incômodo em muitos dos caricaturados. Vários artistas e políticos temiam ser as próximas vitimas de seu traço impiedoso. Houve até quem tentasse impedir a publicação de sua caricatura, caso do cantor Orlando Silva. Quando o famoso cantor soube que Mendez o havia retratado com as feições de um carneiro, procurou o cartunista e lhe ofereceu dinheiro para que este destruísse o desenho, porém Mendez não aceitou e publicou-o provocando a ira e ressentimento de Silva pelo resto da vida.

Outra que magoou-se com Mendez, chegando a virar-lhe o rosto em público, foi a cantora Dalva de Oliveira, outra vítima de suas caricaturas. Em compensação personalidades como Getúlio Vargas, a cantora Ângela Maria e o soberbo pintor Candido Portinaria adoravam ser homenageados pelo grande artista Mendez.

Aqui estão perfilados alguns de seus livros que consegui descobrir. Primeiro o raro "Tipos e Costumes do Negro no Brasil", depois seu livro mais popular, "Como fazer Caricaturas", em que, obviamente, ensina os truques e manhas de distorcer o semblante alheio. Mostro a capa de duas edições que este mesmo livro teve. E por fim mostro o livro biográfico "Caricaturas e Caricaturados" (publicado pela Ediouro em 1986), em que o Mestre conta sua vida e reproduz desenhos de toda sua carreira.

Finalizando tudo, uma história em quadrinhos de uma página, baseada em sua biografia, enfocando um episódio pouco conhecido de sua carreira: quando Mendez abandonou seu querido Rio de Janeiro e veio viver em São Paulo. Esta HQ possui roteiro meu e arte do grande Bira Dantas. Divirtam-se!

Veja a galeria de imagens aqui.

Quem Somos | Publicidade | Fale Conosco
Copyright © 2005-2017 - Bigorna.net - Todos os direitos reservados
CMS por Projetos Web