NewsLetter:
 
Pesquisa:

Arquivos Incríveis: Assombrações nacionais na revista "X-9"
Por João Antonio Buhrer de Almeida
17/01/2011

"X-9" é o nome de um agente secreto dos Quadrinhos, criado pelo soberbo Alex Raymond (Flash Gordon, Jim das Selvas) em parceria com o famoso escritor de romances policiais Dashiel Hammett (O Falcão Maltes) em 1934. O personagem fez um sucesso estrondoso durante a Golden Age (décadas de 30 até meados dos 50), tendo inclusive virado série de TV e longa metragem no cinema na década de 40. Suas tiras de jornais foram publicadas até 1996, naturalmente escritas e desenhadas por outros profissionais que sucederam Hammett e Raymond depois que estes faleceram.

Toda essa introdução é pra dizer que por conta da popularidade do personagem, a editora Rio Gráfica (atual Globo), lançou na mesma década de 40, uma revista chamada "X-9", para pegar carona no sucesso do nome.

A revista na verdade não trazia quadrinhos do personagem, era isso sim, uma versão nacional dos famosos "pulps" americanos: revistas de contos policiais e de suspense, com fotos de atores na capa e impressas em papel jornal preto e branco. Eram revistas quinzenais bem baratas e populares, bem para o povão mesmo, que vendiam que nem água! Nem preciso dizer que esta revista fez um sucesso danado e durou até a década de 70, rendendo centenas de números.

A maior parte do conteúdo da "X-9" era tirada de pulps americanos, mas a partir da década de 50 foi criada uma seção de quadrinhos nacionais chamada "Assombrações", que eram quadrinizações de lendas e "causos" fantasmagóricos enviados pelos próprios leitores. Mitos populares como a famosa "Loira do Banheiro" ou o "Bebê Diabo", por exemplo! E os encarregados de adaptar esses causos para os quadrinhos eram artistas geniais como Flavio Colin, Walmir Amaral, Gutemberg Monteiro e Manoel Victor Filho, entre outros, todos então em relativo começo de carreira. O resultado foram centenas de HQs curtas (de uma ou duas páginas) do mais puro Quadrinho de Terror Nacional! Verdadeiro sucesso na época, que acabou detonando uma febre por Quadrinhos de Terror! Incentivadas por essa série "Assombrações", muitas editoras de então passaram a investir pesado no gênero, como as editoras Taika, Outubro e muitas outras, que acabaram atraindo outros grandes artistas como Rodolfo Zalla, Eugênio Colonnese, Nico Rosso, entre outros e criaram um dos mais consistentes e arrepiantes capítulos da HQ brasileira: o Terror Nacional! Quer saber mais? Pois não perca a ótima matéria da semana no Dantonpédia, de Gian Danton!

"Assombrações" é uma horripilante raridade que você só vê aqui, nos Arquivos Incrivelmente apavorantes do Bigorna!

Quem Somos | Publicidade | Fale Conosco
Copyright © 2005-2017 - Bigorna.net - Todos os direitos reservados
CMS por Projetos Web